Consumo Consciente e Consumo com Consciência

Em fase de preocupação com o consumo de energia tanto em termos de gasto doméstico quanto em termos de consciência ecológica, comprar aparelhos que tenham procedência é fundamental!

Segue uma análise feita pelo site da revista Casa e Jardim:

 

vampiros de energia

Os aparelhos eletrônicos facilitam a vida moderna, mas também pesam no orçamento. Navegue pelo infográfico animado para saber quanta energia elétrica eles consomem e veja dicas para evitar o desperdício

Texto Vanessa Lima | Design e programação Maycon Silva

Vampiros? Monstros? Sanguessugas? Não. Estamos falando dos aparelhos que consomem energia elétrica diariamente na sua casa e, no final do mês, viram aquele pesadelo nas contas. Microondas, lavadora de roupas e computadores certamente tornam a vida mais fácil. No entanto, esses produtos têm um custo e podem sair bem caros, se não forem usados racionalmente. Sem esquecer da questão ecológica: no final, a energia elétrica também envia suas contas para o planeta.

A primeira sugestão para amenizar o problema é óbvia: é preciso utilizar a energia de forma consciente, diminuindo o tempo do banho, apagando as luzes em cômodos que não estão ocupados, desligando a televisão, o rádio e o computador quando ninguém está usando… Mas há algumas outras formas que, embora pareçam simples, podem aliviar bastante as suas contas.

“Uma maneira eficiente de diminuir o consumo de energia em uma residência é através da substituição de lâmpadas do tipo incandescentes por lâmpadas fluorescentes. As incandescentes de 100 Watts podem ser trocadas por fluorescentes de 23 Watts, resultando em uma redução aproximada de ¼ dos gastos com iluminação”, explica o Engenheiro Edson Navarro, coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de São Paulo). Outra dica é retirar o plugue dos aparelhos da tomada quando eles não estiverem em uso. Pode não parecer, mas aquela pequena luz que indica o modo stand by também acaba consumindo energia. No início é difícil de lembrar, mas, acredite: é uma questão de hábito.

COMPRA CONSCIENTE
Na hora de comprar eletrodomésticos novos, também é preciso prestar atenção. Alguns aparelhos economizam mais do que os outros. O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) tem, em seu site, uma tabela que indica quais aparelhos tem maior eficiência energética, ou seja, usam menor quantidade de energia para funcionar de maneira eficaz. Os produtos aprovados exibem um selo com a sigla ENCE, que significa Etiqueta Nacional de Conservação de Energia. Eles tem uma classificação, que vai de A (os que consomem menos energia) até E. Então, dê preferência a modelos classificados com a letra A.

QUANTO VOCÊ GASTA?
Selecionamos 15 eletrodomésticos comuns e fizemos uma média de quanta energia é consumida mensalmente. “Para ver realmente quais são os gastos, é preciso considerar o uso diário e a potência de cada aparelho”, adverte o professor Marco Antonio Saidel, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Confira os valores médios no infográfico abaixo:

eletrodomesticos 3eletrodomesticos

Fonte: Casa e Jardim


Para ver o gráfico, basta clicar na imagem e ver direto no site da Casa e Jardim.

No site da COPEL (Companhia Paranaense de Energia) é possível baixar um simulador de consumo muito interessante.


 

Pois é, dicas são sempre importantes. Ainda mais quanto é para a preservação do nosso planeta.

Não sobrecarregue suas extensões e evite aquelas montagens monstruosas com adaptadores irregulares.

Se quiser comprar extensões e adaptadores de qualidade, pense na Paco.

619vm279751

 

fundo google

FacebookTwitterGoogle+LinkedInGoogle GmailTumblrPinboardKindle ItEvernoteCompartilhar

2 comments

  • JAMARA DIAS DA SILVA BERTOLUCHI

    Legal! reduzir o consumo e consumir conscientemente é uma forma de gastarmos menos dinheiro pagando energia elétrica e de gastarmos mais energia gastando dinheiro com coisas saudáveis para nós e para nosso planeta….exemplo: pagamos menos energia e compramos mais frutas……….pagamos menos energia ……compramos tambores e canos para utilizarmos no aproveitamento da água da chuva………se todos se conscientizarem disso……melhora a saúde do planeta e a saúde de cada um, bem como também melhora a saúde do bolso…..PENSE VERDE E NÃO FIQUE NO VERMELHO!

    • É isso ai, Mara. A consciência tem que estar em todos os lados, inclusive na hora de escolhermos os produtos que compramos. Escolha empresas sérias! Escolha empresas que empregam! Escolha empresas que estão desenvolvendo suas regiões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *